Tamanhos mínimos peixes

ESPÉCIE NOME CIENTÍFICO TAMANHO MÍNIMO
Areeiros Lepidorhombus spp. 20 cm
Arenque Clupea harengus 20cm
Atum-Albacora Thunnus albacares 3,2 KG
Atum-patudo Thunnus obesus 3,2 KG
Atum-rabilho Thunnus thynnus 70cm / 6,4 KG
Azevia Microchirus azevia 18 cm
Badejo Merlangius merlangus 27 cm
Baila Dicentrarchus punctatus 20cm
Besugo Pagellus acarne 18cm
Bica Pagellus erythrinus 15cm
Biqueirão Engraulis encrasicholus 12 cm
Boga Boops boops 15 cm
Carapau Branco Trachurus trachurus 15 cm
Carapau negrão Trachurus picturatus 15 cm
Choupa Spondyliosoma cantharus 23 cm
Congro / Safio Conger conger 58 cm
Corvina-legitima Argyrosomus regius 42 cm
Dourada Sparus aurata 19 cm
Enguia Anguilla anguilla 22 cm
Espadarte Xiphias gladius 125 cm / 25 KG
Faneca Trisopterus luscus 17 cm
Ferreira Lithognathus mormyrus 15 cm
Goraz Pagellus bogaraveo 25 cm
Juliana Pollachius pollachius 30 cm
Lampreia do mar Petromyzon marinus 35 cm
Lingua Dicologoglossa cuneata 15 cm
Linguado Linguado 24 cm
Pargo-legitimo Pargo-legitimo 20 cm
Pescada Branca Merluccius merluccius 27 cm
Pregado Scophthalmus maximus 30 cm
Robalo-legitimo Dicentrarchus labrax 36 cm
Rodovalho Scophthalmus rhombus 30 cm
Salema Sarpa salpa 18 cm
Salmão Salmo salar 55 cm
Salmonete Mullus surmuletus 15 cm
Sarda / Cavala Scombrus spp. 20 cm
Sardinha Sardina pilchardus 11 cm
Sargo Diplodus spp. 15 cm
Sável Alosa alosa 30 cm
Solha-avessa Pleuronectes platessa 27 cm
Solha-das-pedras Solha-das-pedras 22 cm
Tainha-Garrento Mugil auratus 20 cm
Tainha-liça Chelon labrosus 20 cm
Tainha-olhalvo Mugil cephalus 20 cm
Salema Sarpa salpa 18 cm
Truta-marisca Salmo trutta 30 cm

 

Obs.
Para que no futuro todos tenham a oportunidade de apanhar peixe é muito importante a preservação das espécies, faça a devolução à água em condições de sobrevivência das capturas que estejam fora das medidas indicadas. Só depende de si, seja consciente!

Comentários

comentários

2 Comments

  1. TONY TAIPAS

    7 de Julho de 2014 at 10:49 pm

    muito interessante !!! é com muito agrado poder ler alguns detalhes importantes de quem tem conhecimentos na matéria… dando assim oportunidade de adquirir algumas técnicas,como abordar o mar e obter alguns resultados … recomendo

  2. carlos jesus

    3 de Novembro de 2014 at 8:38 pm

    pena mesmo faltarem muitas espécies aí. pelo que me parece estas serão as espécies do continente ( portugal) faltam muitas mais aí das ilhas.

Deixar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *