Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Caranguejo

Existem muitas espécies de caranguejos, mas os melhores e mais utilizados são: o caranguejo de dois cascos e o caranguejo pilado (mole).

Excelente isco para peixes de grande envergadura como é o caso da corvinas, robalos e douradas, aconselhado o uso do caranguejo pilado vivo, porque não pára quieto e atraí os peixes com a sua cor viva.

É bastante fácil de encontrar em zonas piscatórias, pois as redes estão cheias deles, basta pedir aos pescadores.

O pilado (caranguejo mole), é um caranguejo que tem a capacidade de “voar” dentro de água, devido ao último par de patas ter uma forma achatada, plana e arredondada no final, aparece todo o ano, mas em quantidade e melhor qualidade para iscar é nos meses de Setembro, Outubro e Novembro.

É um bom isco, mas por ser difícil a sua conservação fresco e vivo, só vivendo perto do mar ou se dirija a lojas de pesca é que consegue arranjar.
Morto o caranguejo, o seu recheio depressa fica negro, putrefacto, não serve para nada.

Com este isco as picadas frequentemente são de peixes de bom tamanho e não é raro pescar robalos ou douradas com 2Kg ou mesmo maiores.

Como fazer a sua iscada
Apanhando as fêmeas vivas, cortar-lhes logo as pinças, para evitar que nos ataquem.
Com uma tesoura, apara-se o rebordo da carapaça.
De seguida, com uma faca fina e afiada, levanta-se a mesma e rapa-se todo o seu recheio.

Para iscar lançamentos mais longos
Deve-se fazer a tradicional “chucha” com meia de vidro, iscar com um anzol fino na borda da dobra onde cortaram a meia tendo o cuidado de não perfurarem com o bico do anzol.

Para lanços mais de perto
Deve-se iscar directamente, pondo um bom bocado por cima do anzol e com linha elástica muito fina apertar um pouco. Neste sistema direto mais de dois minutos na água é tempo a mais, o mar já lavou o miolo.
Com a chucha, se não romper a meia no lanço, o miolo leva mais tempo a lavar, podem ficar uns minutos com a iscada dentro de água.

Para pescarem à bóia com pilado vivo ao robalo
É indiferente se são fêmeas ou machos, apenas importa que se mexam no anzol, (devem mantê-los vivos no tanque (oxigenador). O anzol deve ser do tipo Aberdeenn, fino, para não matar o caranguejo e deve deixá-lo mover-se facilmente. Deve ser iscado pela carapaça de lado na ponta junto ao terceiro, quarto par de patas.

Comentários

comentários

Deixar comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *